(62) 3942.4070
Cirurgia Plástica / Mamoplastia de Aumento

Com o passar dos anos, fatores ligados a gravidez, amamentação e a força de gravidade afetam a forma dos seios da mulher. Enquanto a pele perde sua elasticidade, os seios freqüentemente perdem sua forma e firmeza e começam a cair. Existem ainda casos em que a mulher pode não ter tido o desenvolvimento da mama, resultando em mamas pequenas ou hipomastia.

Talvez por isso, a cirurgia plástica que representa 30% do total das operações estéticas é a de aumento do volume das mamas, feito através de colocação de prótese mamária de silicone. Na mamoplastia de aumento o objetivo é melhorar a consistência mamária e sua forma com a intervenção cirúrgica. 

Pode-se escolher o novo volume de acordo com as opções oferecidas no mercado, que comumente variam de 200ml a 600ml. A escolha, feita pelo paciente e seu médico, deve basear-se na harmonia entre o volume ideal das mamas e o tamanho do tórax.

A Mamoplastia de Aumento ou aumento das mamas é realizada através de implantes. Pode corrigir uma queda das mamas após gravidez, ajudar a balancear diferença em tamanhos ou ser implantado como uma técnica reconstrutiva após uma cirurgia nas mamas.

No Brasil, o aumento das mamas é realizado com prótese de silicone de inúmeros formatos, texturas e tamanhos, de modo que se adaptam a qualquer tórax ou mama.

_________________________

Duração: 2 horas ou mais;

Efeitos Colaterais: Equimose, inchaço, quelóides (conforme predisposição individual de cada paciente) e mudança na sensibilidade temporária do mamilo. Mamas sensíveis à estimulação por várias semanas;

Recuperação: Retorno ao trabalho: 3 a 7 dias. Atividades físicas: 2 a 3 semanas. Inchaço e machucado: 3 a 6 meses;

Riscos: A contratura capsular ao redor do implante pode deixar os seios enrijecidos ou duros; Sangramento ou infecção; Aumento ou perda de sensibilidade dos mamilos ou pele dos seios ocasionalmente permanente;

Resultados: Variáveis. Implantes podem precisar de remoção ou recolocação;

Troca: A troca de próteses só será necessária após duas décadas. Entretanto, apenas a avaliação médica poderá indicar tal procedimento. É de extrema importância que a paciente mantenha seus exames em ordem, a fim de saber como está a prótese;

Técnica Utilizada: Para esconder a cicatriz, o cirurgião pode inserir os implantes através de uma incisão na axila, através da aréola ou no sulco abaixo das mamas. Alguns cirurgiões utilizam a técnica conhecida como aumento dos seios transumbilical, no qual os implantes são inseridos pelo umbigo através de um endoscópio (somente realizado nos EUA);

Internação: De 8 a 24 horas na clínica;

Anestesia: Peridural (aplicação entre as vértebras, nas costas).


Compartilhe isso: